Intercâmbio musical entre Brasil e Moçambique

Encontro de banda brazuca e músicos moçambicanos rende bons frutos

A musicalidade da África é algo incrível e tenho tido o prazer de conhecê-la aos poucos. Esse talento musical africano emana de todas as partes.

Qualquer sítio (lugar como dizem por aqui), é pouso certo para vermos alguém cantando ou tocando algo com muita maestria e naturalidade. E a boa música em Moçambique, afinada ao talento de seus músicos, é um traço marcante do país.

Agora, imagine o encontro desses músicos  locais com a artéria musical brasileira, que pulsa talento o tempo todo? É, foi isso o que presenciei e confesso: foi muito legal.

Recentemente, uma banda brasileira do Estado de São Paulo, chamada “Família Gângsters”, se apresentou em Maputo e pude conhecê-los. Eles ficaram hospedados no mesmo backpacker onde eu estava.

Acompanhei-os nos shows que fizeram no Gil Vicente Café Bar: uma casa noturna tradicional da capital de Moçambique, que funciona de terça à sábado, onde sempre tocam músicos de toda a África. É o point da efervescência musical de Maputo, eu diria.

A banda paulista que tem por base a mescla de sonoridades do regaae, ska, rock e ritmos brasileiros, fez dois shows sensacionais na referida casa. Os membros da banda: Pedro Lobo (vocalista e baixo), Felipe Gomide (bateria), e Marcos Mossi (guitarra), contaram ainda com a participação de alguns músicos moçambicanos no decorrer das duas apresentações. Quer saber mais sobre a “Família Gângsters”? Clique aqui.

Com uma proposta super do bem, transmitindo sempre uma mensagem positiva e idealista, a banda, pelo que pude perceber, busca aproximar-se das diferentes tribos da aldeia global num processo batizado por eles próprios de “familiarismo”: nem à esquerda, nem à direita, o lance é seguir em frente.

A palavra “celebrai” foi algo recorrente que ouvi entre os membros da banda. Daí, já dá para ter uma ideia do que buscam esses garotos de São Paulo. A celebração, a música e a transcendência musical.

Além das apresentações no Gil Vicente, a banda gravou em um estúdio de Maputo três músicas com importantes músicos de Moçambique, donos também de muito talento. As faixas viajam pelas mais diferentes influências e estilos e alguns dos convidados cantam em dialetos locais.

Uma das músicas gravadas foi com o rapper  Azagaia, o maior nome da música de protesto em Moçambique. Nessa faixa, conforme informações do site da banda, há uma crítica às novelas brasileiras e à sociedade consumista.

Outra faixa gravada pela banda brasileira foi com a cantora Lenna Bahule. A música tem uma pegada groove e a composição mesclou ainda influências de “tambores sampleados” do candomblé brasileiro.

Já a última faixa gravada ficou por conta do encontro dos paulistas com o cantor e instrumentista Cheny Wa Gone. A faixa evidencia o som da timbila e da mbira, instrumentos tradicionais de Moçambique.

Parte da composição é um mix da voz do vocalista Pedro Lobo cantando em português junto à voz afinadíssima de Cheny, que canta no dialeto chope. Confira no vídeo abaixo o resultado desse encontro.

Quer conhecer as outras faixas gravadas em Moçambique pela “Família Gângsters”? Basta acompanhar a fan page da banda.

Que o exemplo da talentosa banda de São Paulo fique para outros músicos tupiniquins. Acompanhei um pouco desse intercâmbio entre os brasileiros e os moçambicanos e fiquei admirado com o resultado.

Oxalá tenhamos cada vez mais esse tipo de reunião por aqui. E que não só as novelas, os negócios da Vale do Rio Doce e o idioma nos aproximem de Moçambique, mas também as nossas naturais musicalidades. Assista no vídeo abaixo o que os meninos da “Família Gângsters” andaram registrando por aqui. Muito legal.

 Hambanine e até o próximo post!

Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s