Futebol em Moçambique – Maxaquene leva a taça nacional

Conheça o clube que sagrou-se pentacampeão moçambicano em 2012 e saiba mais sobre a seleção do país

Os moçambicanos, de um modo geral, gostam de futebol tanto ou mais que nós brasileiros. Isso reparei já na minha chegada aqui. Bastou falar que sou brasileiro que, logo vários deles com os nomes dos nossos jogadores na ponta da língua, se aproximaram e falaram abertamente sobre o “futebol canarinho”.

Muitos aqui têm admiração pelo Corinthians e Flamengo. E mesmo que eu (como um cruzeirense apaixonado) não leve em consideração essa aberração (risos), é sempre bom conversar com os moçambicanos sobre esse esporte tão apaixonante. Isso é muito bacana.

Perceber também o apreço que eles têm por nossa seleção é algo que dá lá no fundo um certo orgulho em ser brasileiro.  Talvez, me faça valorizar um pouco mais nossas conquistas no futebol, apesar da época de vacas magras que atravessamos.

Eles (os moçambicanos) realmente torcem por nossa seleção.  Digo “seleção”, porquê por aqui andei ouvindo  críticas vorazes à “selemano” que segundo alguns, é apenas um amontoado de jogadores com uma estrela solitária (entenda-se Neymar) perdida em meio à bagunça tática do nosso técnico, o Mano Menezes.

De acordo com os moçambicanos, o nosso treinador está com os dias contados à frente do cargo. Oxalá eles tenham razão, porque a Copa está aí pertinho e a camisa canarinho deve voltar a brilhar, principalmente, em nosso território que terá os olhos do mundo voltados sobre ele.  Dito isso, quero falar que já estava pensando em postar algo sobre essa paixão por aqui e agora, apareceu a oportunidade.

O campeão do Moçambola

Ontem, no final da tarde, o Clube de Desportos de Maxaquene, mais conhecido como Maxaquene, sagrou-se no seu campo em Maputo, pentacampeão nacional de futebol. Faltando ainda duas rodadas para o término do Moçambola 2012, o clube já não pode ser mais alcançado. Depois de um jejum de nove anos, o tricolor de Maxaquene conquistou mais um campeonato nacional e o título foi efusivamente comemorado nas ruas de Maputo.

O clube foi fundado em 1920 com o nome de Sporting Clube de Lourenço Marques. O Maxaquene é conhecido por ser o primeiro clube da carreira de Eusébio, um dos maiores jogadores da história da Seleção de Portugal (falo disso a seguir).

Em 1976, com a Independência do Estado de Moçambique, o clube mudou de nome passando a ser chamado de Sporting Clube de Maputo. E dois anos depois, mudou para o nome atual.

Um dos mais tradicionais clubes de Moçambique, o tricolor já levou cinco campeonatos nacionais (contando a conquista do Moçambola de 2012), 9 Taças de Moçambique (equivalente a nossa Copa do Brasil) e inúmeros campeonatos provinciais (entenda estaduais).

O estádio do Maxaquene tem capacidade para 15.000 torcedores e sua torcida em Moçambique é considerada uma das mais apaixonadas.

Veja no vídeo abaixo dois golos (como dizem por aqui) do Maxaquene frente à equipe do Ferroviário de Pemba.

Seleção de Moçambique

Conhecida popularmente por “Os Mambas”, a seleção do país, se falarmos em futebol jogado, ainda está muito aquém do que espera o torcedor moçambicano. Para o desprazer dos mais apaixonados, “os cobras” não tem alcançado muitos sucessos no que vem disputando.

A seleção dos Mambas é apenas a 107º colocada no ranking FIFA. Já no ranking africano de futebol, Moçambique, ocupa o honroso 28º lugar.

Em relação aos adversários do país na classificatória para o Mundial´2014, o Egito que está em sua chave, está na 42º colocação do ranking FIFA e é o favorito a ser o vencedor de seu grupo, que ainda conta com a Guiné e a seleção do Zimbábue.  Infelizmente, segundo os moçambicanos, há poucas chances de vermos sua seleção disputar a Copa no Brasil.

Na história, o jogador mais famoso da seleção de Moçambique foi Chiquinho Conde, que atuou no Sporting de Portugal. Mas o nome mais cultuado pelos moçambicanos (carentes de bons jogadores até hoje) é o de Eusébio, o famoso “pantera negra”, que nasceu no bairro de Mafalala em Maputo, e apesar de nunca ter defendido a seleção de seu país, disputou a Copa do Mundo de 66 por Portugal, encantando o mundo por sua habilidade e vigor físico. Fazendo uma alusão meio tosca, Eusébio para o moçambicano seria o nosso Pelé.

Veja no vídeo abaixo um pouco da história do jogador de Moçambique.

Atuamente, há jogadores moçambicanos atuando em clubes da África do Sul, China e Portugal. Por que não no Brasil? Ah, esse brasileiro que vos escreve gostaria de ver um moçambicano correndo nos gramados brasileiros, viu?! Seria ótimo.

Diretoria do Cruzeiro Esporte Clube, se liga. Há muitos moçambicanos bons de bola, que adorariam vestir o manto celeste. E olha, muitos deles correm e marcam melhor que esses cabeças de bagre que atualmente ganham horrores no Cruzeiro e não honram a camisa azul.

Abaixo seguem dois vídeos da seleção local. O primeiro mostra à paixão dos moçambicanos pelos Mambas. Já o segundo é um vídeo de uma vitória da seleção moçambicana por “penalidades máximas”, onde os donos da casa bateram a Tanzânia por 8 a 7. Essa vitória rendeu aos Mambas a passagem para a última fase eliminatória de acesso ao CAN´2013 (Copa das Nações Africanas).

Fonte de pesquisa: Jornal A Verdade – Moçambique.

Espero que tenha gostado. Hambanine e até o próximo post!

Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s